O que é a doença CADASIL?

Spread the love
Rate this post

O que é a doença CADASIL?

Denominada como arteriopatia cerebral com infartos subcorticais e leucoencefalopatia, a CADASIL é caracterizada pela presença de depósitos granulares nas arterias cerebrais pequenas, acarretando um derrame cerebral isquêmico, paralisia pseudobulbar, infartos múltiplos subcorticais (infarto cerebral) e demência.

Como diagnosticar CADASIL?

O diagnóstico de CADASIL é frequentemente indicado pela identificação dos sintomas e de lesões visíveis na Ressonância Magnética que sejam compatíveis com a doença. O diagnóstico de CADASIL é confirmado através de uma análise sanguínea com resultado positivo para a mutação característica no gene NOTCH3.

Como tratar CADASIL?

Não existe uma cura nem um tratamento específico para a CADASIL. O tratamento é empírico e sintomático(1). Apoio emocional e aconselhamento são apropriados para os indivíduos afectados e as suas famílias(3).

Qual o sintoma da doença CADASIL?

Tem como principais manifestações enxaqueca, depressão, crises epiléticas, ataques isquêmicos transitórios (AITs), paralisia pseudobulbar e demência progressiva secundária a múltiplos infartos cerebrais(4,11,12,13,14). Tipicamente, os fatores de risco clássicos para doença vascular obstrutiva estão ausentes.

Quanto tempo vive uma pessoa com Cadasil?

Apesar de os sintomas iniciais serem observados em pacientes entre 20 e 30 anos, Testi (idem) considera que a cadasil só começa a partir dos primeiros AVCs, por volta dos 45 anos e sua sobrevida pode durar até 35 anos.

O que são pontos de gliose no cérebro?

Gliose ou microangiopatia são lesões na substância branca do cérebro, muito encontrada nos exames de Ressonância Magnética cerebral, principalmente nos pacientes mais idosos, diabéticos, tabagistas e dislipidemicos (distúrbio do colesterol e triglicerídeos). Decorre da obstrução de pequenos vasos por placas de ateroma.

O que é Gliose no cérebro?

Gliose ou microangiopatia são lesões na substância branca do cérebro, muito encontrada nos exames de Ressonância Magnética cerebral, principalmente nos pacientes mais idosos, diabéticos, tabagistas e dislipidemicos (distúrbio do colesterol e triglicerídeos). Decorre da obstrução de pequenos vasos por placas de ateroma.

Qual o tratamento para Gliose no cérebro?

O tratamento das lesões de gliose ou microangiopatia é, basicamente, o bom controle dos fatores de risco cardio e cerebrovasculares associados (doenças crônicas cardíacas, circulatórias em geral, transtornos do sono, obesidade) e evitar-se hábitos de vida correlacionados.

Quais as consequências da gliose?

Isso porque essas situações favorecem a obstrução de maior quantidade de vasos, o que pode fazer com que sejam formadas mais cicatrizes, que acabam por se agregar e dar origem a alterações neurológicas, como alterações na linguagem e cognição, demência ou AVC isquêmico.

Como descobrir o índice de refração?

O que é linfonodos na face?

Qual a diferença entre inteligência artificial e Internet das Coisas?

O que são acordes de passagem?

Leave a Comment