Quais são os nervos mais frequentemente acometidos pela hanseníase?

Spread the love
Rate this post

Quais são os nervos mais frequentemente acometidos pela hanseníase?

A Tabela 1 demonstra que os nervos periféricos mais freqüentemente acometidos no momento do diagnóstico são o nervo ulnar, o nervo tibial posterior e o nervo fibular.

Qual a característica principal que leva a um diagnóstico médico clínico de hanseníase?

O diagnóstico é feito pelo médico e envolve a avaliação clínica dermatoneurológica do paciente, por meio de testes de sensibilidade, palpação de nervos, avaliação da força motora etc.

Quais são as possíveis complicações em pessoas acometidas por hanseníase?

A hanseníase afeta principalmente a pele e os nervos periféricos. As complicações mais graves resultam da perda do sentido do tato, dor e temperatura; fraqueza muscular que pode resultar em deformações; e lesões desfigurantes na pele e na mucosa nasal.

O que é hanseníase na pele?

Também conhecida como lepra ou mal de Lázaro, a hanseníase é uma doença infecciosa, contagiosa, que afeta os nervos e a pele e é causada por um bacilo chamado Mycobacterium leprae.

Como a hanseníase ataca os nervos?

“A bactéria que causa hanseníase [Mycobacterium leprae] gosta do nervo periférico. Não do sistema nervoso central. Não leva à convulsão, nem à dor de cabeça, nem ao acidente vascular cerebral (AVC), que as pessoas chamam de derrame.

Como descobrir o índice de refração?

O que é linfonodos na face?

Qual a diferença entre inteligência artificial e Internet das Coisas?

O que são acordes de passagem?

Leave a Comment